Thursday, February 7, 2008

VOLTEI ! ! !



Sim, estou de volta! Pra alegria de alguns, tristeza de outros, desespero de poucos e indiferença para muitos, estou de volta!
.
E é amazing retornar e ver que nada mudou, ou melhor, mudou, pra pior. O Lula (da Silva) parece ter perdido sua imaginação, já que ao invés de dizer que não sabe de nada (poor thing) agora contesta resultado de pesquisas realizadas por ONGs brasileiras, por ele próprio criadas. São tantos os cabides de empregos que nem ele mesmo se lembra! Aliás, vai um recadinho para o (assim chamado) Presidente: Sr Lula, dizer em público que as pesquisas referentes ao aumento récorde do desmatamento da Amazônia são frutos da "incensatez das ONGs estrangeiras" e que as mesmas "deveriam ir plantar árvores nos seus respectivos países", quando as mesmas são brasileiríssimas, ministradas pela Ministra Marina Silva, que, com muita propriedade teve peito de rebater em público suas insanas palavras. Em qual país o senhor está brincando de governar?
.
Mais perplexo fiquei com a estória dos cartões coorporativos! A que ponto chegamos! E fiquei mais boqueaberto ainda ao ver os inúmeros de pedidos de reembolso dos gastos realizados pelos parlamentares durante suas férias! Gostaria de aproveitar e solicitar a todos eles que tragam as respectivas notas de despesas. Quero ver todas! Sim, afinal, eu e milhões de brasileiros pagamos por essa "verba parlamentar idenizatória". Quero ver em que eles tanto gastaram em nosso benefício durantes suas viagens. O mesmo vai para os gastos com os cartões coorporativos, que em média, equivaleram um salário a mais por mês em 2007. Ou seja, além das verbas idenizatórias, das ajudas de custo com pagamento de salários, viagens, correio e etc, do 14º salário, do período denominado de "recesso branco", das férias, dos (apenas) 3 dias semanais "trabalhados"... realmente precisam ser reembolsados! E eu pergundo: o que mudou na Educação, na Segurança, na Saúde...? Será que o Lula (da Silva) saberia me responder?
.
Certa vez um amigo me fez algumas observações e devo concordar com ele. Dentre muitas outras coisas, ele disse que "os brasileiros são muito ricos". E é fácil entender porque! Afinal, pagam o dobro do que eu pago na América, pela água que consomem. Embora tenham água doce disponível, aproximadamente 25% da reserva mundial de água doce está no Brasil. Os brasileiros, pagam 60% a mais nas tarifas de telefone e eletricidade, embora 95% da produção de energia em seu país seja hidroelétrica (mais barata e não poluente), enquanto que na América, somente podemos pagar pela energia altamente poluente, produzida por usinas termelétricas, à base de carvão e petróleo e pelas perigosas usinas Nucleares.
.
E por falar em petróleo, os brasileiros pagam o dobro pela gasolina, que ainda por cima, é de péssima qualidade, que acabam com os motores dos carros (misturas para beneficiar os usineiros de álcool. Não dá para entender: seu país é quase auto-suficiente em produção de petróleo (75% é produzido aí) e ainda assim tem preços tão elevados. Nos Estados Unidos nós defendemos com unhas e dentes o preço do combustível que está estabilizado há vários anos a US$ 0,30 ou seja, R$ 0,60 (Obs: gasolina pura, sem mistura).
.
E por falar em carro, os brasileiros, pagam R$ 40.000,00 por um carro que nos Estados Unidos, pagamos US$ 7.000,00. Aqui damos ao Governo cerca de R$ 20.000,00 pra pagar os Cartões Coorporativos, por certo, já que os serviços públicos no Brasil são um lixo perto dos serviços públicos prestados nos Estados Unidos. Na Flórida, caros Tupiniquins, somos muito pobres: o Governo Estadual cobra apenas 2% de imposto sobre o valor agregado (equivalente ao ICMS no Brasil), e mais 4% de imposto federal, o que dá um total de 6%.
.
No Brasil os cidadãos são muito ricos, já que afinal, concordam em pagar 18% só de ICMS. E já que falamos de impostos, eu não sei porque alegam ser pobres, afinal, não se importam em pagar, além desse absurdo ICMS, mais PIS, Cofins, ISS, IPTU, IR, ITR e outras dezenas de impostos, taxas e outras contribuições, em geral, com efeito cascata, de imposto sobre impossto, e ainda assim, fazem a festa em estádios de futebol e nas passarelas do Carnaval. Sinal de que não se imcomodam com esse confisco malígnigo que o Governo promove, lhes tirando 4 mêses por ano de seu trabalho – de acordo com estudos realizados, um brasileiro trabalha 4 mêses por ano só para pagar a carga tributária de impostos diretos e indiretos. Americanos são extremamente pobres, tanto que o Governo isenta de pagar Imposto de Renda todos que ganham menos de US$ 3.000,00 por mês (equivalente a R$ 6.000,00), enquanto aqui no Brasil os assalariados devem viver muito bem, pois pagam Imposto de Renda todos que ganham a partir de R$ 1.200,00. Além disso, vocês têm desconto retido na fonte, ou seja, ainda antecipam o imposto para o governo, sem saber se vão ter renda até o final do ano. Nos Estados Unidos, declaramos o Imposto de Renda apenas no final do ano, e caso tenhamos tido renda, aí sim, recolhemos o valor devido aos cofres públicos. Essa certeza nos "bons resultados futuros" torna o Brasil um país insuperável.
.
Os brasileiros pagam livros e escolas para seus filhos, porque afinal, devem nadar em dinheiro. Nos Estados Unidos, como não temos toda essa fortuna, mandamos nossos filhos para as excelentes escolas públicas com livros gratuitos. No Brasil, quando tomam no banco um empréstimo pessoal, pagam por mês o que nós, pobres americanos,
pagamos por ano.
.
E por falar em pagamentos, quando soube que minha irmã pagou R$ 7.500,00 pelo seguro de seu carro, ai sim, eu concluir: brasileiros são podres de rico!!! Na América nunca poderíamos pagar tudo isso por um simples seguro de automóvel. Por meu carro grande e luxuoso, eu pago US$ 345,00. Quando ela me disse que também pagou R$ 1.700,00 de IPVA pelo seu carro, não tive mais dúvidas. Eu paguei apenas US$ 15,00 de licenciamento anual, não importando qual tipo de veiculo seja. Afinal, quem é rico e quem é pobre? Aqui no Brasil 20% da população economicamente ativa não trabalha. Aqui, não podemos nos dar ao luxo de sustentar além de 4% da população que está desempregada.
.
É, realmente vocês são muuuuuuuuuuuu-uuuuuuuuuuuuito ricos! Se não o são, só me resta pensar que são verdadeiros bananas !!! Já disse uma frase várias vezes e vou repetir: ACORDA BRASIL!
.
E viva a América!

.
.
.
.
.