Saturday, May 17, 2008

UMA ANÁLISE CIENTÍFICA

É impressionante que uma crítica dessas venha de um professor da USP, toda dominada pela esquerda e por pseudo-intelectuais. O professor e amigo Wag-ner Valenti - Professor da USP, Departamento de Biologia Aplicada - vai comer o pão que o diabo amassou por dizer a verdade e pela ousadia de pensar diferente dos esquerdopatas de plantão. Parece que ainda há esperança para a USP.
.
Todos conhecem o filme Forrest Gump, que narra a história de um imbecil que sobe na vida auxiliado por circunstâncias a ele absur-damente favoráveis. Pois nós, brasileiros, temos aqui nosso Forrest Lula, por razões já conhecidas. Dentre elas:
.
1) Ele pensa que chegou a presidente pela competência, mas foi por uma junção entre sua persistência malufiana e o 'mudancismo' do eleitor, que só pelo desejo de mudar nem se sabe o quê vota alternadamente em candidatos como Collor e Maluf, e depois em Lula & companhia.
.
2) Ele pensa que é respeitado lá fora, mas não passa de uma curiosidade zoológica, como o mico-leão dourado. A esquerda romântica de lá acha lindo um operário do terceiro mundo ter virado presidente: Se ele é competente ou não, o terceiro mundo que se dane. Ele recebe essa corda toda e acredita.
.
3 ) Ele pensa que trouxe programas sociais, mas a única coisa que o PT fez foi proteger os terroristas sem-terra, e transformar o bolsa-escola em bolsa-esmola.
.
4) Ele pensa que faz sucesso com a imprensa , mas na verdade contou, pelo menos até os recentes escândalos, com uma imprensa domesticada e cordial.
.
5) Ele pensa que não existe ninguém que possa questioná-lo tanto em ética quanto em política, mas isso só acontece por que ele nunca se expôs a entrevistas coletivas sérias, com jornalistas espe-cializados, onde teria de dar uma satisfação objetiva de seu desempenho.
Isso é fato!
.
6) Ele pensa que é imune a essa crise porque seu percentual de aprovação ainda é alto, mas as pessoas que ainda confiam nele são aquelas tão avessas à leitura quanto seu presidente, e por isso nem sabem o que acontece. Não trabalham, não estudam, não evoluem, não.....
.
7) Ele pensa que é responsável pelo sucesso da política econômica , mas isso aconteceu porque a diretriz econômica foi a única herança do governo anterior que ele não estragou.
.
8) Ele pensa que causou o aumento das exportações, embora isso tenha sido conseqüência de uma série de fatores anteriores a seu governo, mais as circunstâncias favoráveis no cenário internacional.
.
9) Ele pensa que não sofrerá impeachment por estar acima de tudo o que acontece, embora Collor tenha sido defenestrado por muito menos. Na verdade, ele só vai ficar lá porque não interessa a ninguém transformá-lo em mártir, dando-lhe chance de retornar à cena política, ao mesmo tempo que ninguém quer ver o escroto do Alencar tomar o poder e arruinar a política macro-econômica.
.
Portanto, fica aqui a velha e verdadeira máxima: "A natureza quando agredida não se defende; porém, ela se vinga".
.
Agradeço à contribuição do Profes-sor de Biologia da USP Wagner Valenti, especialista em moluscos, vermes e parasitas.
.
.
.
.
.

Thursday, May 15, 2008

MAIS QUE UMA PERDA.....

"Caro presidente Lula, venho, por meio desta, comunicar minha decisão em caráter pessoal e irrevogável, de deixar a honrosa função de Ministra de Estado do Meio Ambiente, pelas dificuldades que tenho enfrentado há algum tempo para dar prosseguimento à agenda ambiental federal..."
.
Este foi o início da carta de demissão que a Ministra Marina Silva encaminhou ao (assim chamado) Presidente Lula (da Silva) no último dia 13.
.
Mais um grande valor sai de cena. Dotada de fibra, coragem, determinação e uma imensa vontade de realizar, não resistiu às tantas maracutáias e aos interesses escusos (marca registrada do atual governo). Ao deixar o governo, Marina Silva demonstra ainda mais sua integridade e dignidade, como pessoa, como mulher e como política. Sozinha, não conseguiria nunca vencer ao batalhão corrupto aliado ao governo. Como Marina não fazia parte dessa "corja", preferiu sair, antes que terminasse como Chico Mendes e Dorothy Stang (e muitos outros que lutaram para que não destruíssem o nosso maior patrimônio, que é a biodiversidade). Não valeria a pena! Não por um país liderado por um governo corrupto.
.
Vitoriosa, Marina Silva sai com a missão mais do que cumprida. Dentre todas as suas realizações, destacam-se a criação de quase 24 milhões de hectares de novas áreas de conservação federais, a definição de áreas prioritárias para conservação da biodiversidade em todos os nossos biomas, a aprovação do Plano Nacional de Recursos Hídricos, do novo Programa Nacional de Florestas, do Plano Nacional de Combate à desertificação e temos em curso o Plano Nacional de Mudanças Climáticas. Marina Silva reestruturou o Ministério do Meio Ambiente, com a criação da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e do Serviço Florestal Brasileiro. No Congresso Nacional, destaca-se a crição da Lei de Gestão de Florestas Públicas, que regulamenta a criação da área sob limitação administrativa provisória; a regulamentação do art. 23 da Constituição, da Política Nacional de Resíduos Sólidos, da Política Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais. Contribuiu decisivamente na a aprovação da Lei da Mata Atlântica.
.
Sua maior vitória foi, sem dúvida, a edição do Decreto que cria instrumentos poderosos para o combate ao desmatamento ilegal e com a Resolução do Conselho Monetário Nacional, que vincula o crédito agropecuário à comprovação da regularidade ambiental e fundiária, alcançamos um patamar histórico na luta para garantir à Amazônia exploração equilibrada e sustentável - "o que se fizer da Amazônia será o padrão de convivência futura da humanidade com os recursos naturais, a diversidade cultural e o desejo de crescimento." - disse Marina Silva num trecho de sua carta.
.
A Ministra Marina vinha enfrentando conflitos com outros ministérios, como a Casa Civil e a Agricultura, em casos e questões que opõem proteção ambiental a interesses econômicos. O mal-estar entre Marina Silva e Dilma Rousseff começou em julho do ano passado, com as negociações em torno do edital para as concessões do leilão das usinas de Santo Antônio e Jirau, no rio Madeira (RO). Com o ministro Reinhold Stephanes (Agricultura), o desentendimento girava em torno do plantio de cana. Para Marina, Stephanes incentiva o plantio de cana em áreas degradadas da Amazônia, do Pantanal e da Mata Atlântica.
.
A nação brasileira se sente hoje frustrada, triste ao ver que a expectativa que tinha através da Ministra Marina Silva de minimizar a péssima imagem do Brasil se acabou. Infelizmente os interesses pelo lucro imediato, a pressão política de lobbies e a falta de conciência genuína do governo prevalecem sobre todos os interesses, inclusive os ambientais.
.
Coincidência ou não, poucas horas depois da notícia da saída de Marina Silva do Ministério do Meio Ambiente, os deputados aprovaram a medida provisória (MP) que, segundo ambientalistas, pode aumentar o desmatamento na Amazônia. A MP 422 aumenta o limite da área pública na Amazônia Legal que pode ser concedida, sem licitação, para uso rural. Ou seja, legaliza o "grilo" (as posses), permiti que o grileiro ganhe 1.500 hectares. Resultado: fará com que o desmatamento aumente.
.
O mais incrível foi ver a irritabilidade do Lula (da Silva) quanto a forma como Marina Silva pediu demissão, de forma definitiva, sem espaço para negociações. Ora, quem pede demissão não quer espaço pra negociação. Se pede, é porque não dá mais! Saturou! Chegou no limite! Aliás, a dança das cadeiras do governo Lula não pode parar! Após demissão de Marina, o presidente do Ibama, Bazileu Margarido, colocou o cargo à disposição. Segundo a assessoria de imprensa do Ibama, o presidente deve permanecer no cargo até fazer a transição para o substituto que for escolhido pelo governo federal. O presidente do Instituto Chico Mendes, João Paulo Capobianco, também teria colocado o seu cargo à disposição do governo, mas até a publicação deste, essa informação não havia ainda sido confirmada.
.
Porque será Sr Presidente? Não, não parecisa responder. Já sabemos a resposta. Além do mais, trata-se de uma pergunta um tanto difícil pra V. Excia, que se preocupa apenas com o "bolsa família" e com suas viagens.
.
Perde o Brasil, perdem as gerações futuras. Sinto-me envergonhado e enojado com isso. Obrigado Marina Silva. Você escreveu uma página vitoriosa na nossa história. Seu exemplo será sempre uma referência, no Brasil e no mundo.
.
.
.
.