Tuesday, June 28, 2011

SALA SÃO PAULO

O imponente edifício da Estrada de Ferro Sorocabana abriga hoje a Sala São Paulo, sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e uma das mais importantes casas de concertos e eventos do País.

Projetado por Christiano Stockler das Neves em 1925 - período em que a cidade, estimulada pelo café e pela ferrovia, crescia em ritmo acelerado - o prédio, marcado pela sobriedade dos ornamentos e detalhes do estilo Luís XVI, seria concluído somente em 1938, quando a urbanização de São Paulo já se caracterizava pela presença de automóveis, minimizando a utilização de bondes e trens.

As principais áreas do edifício já vinham sendo locadas para a realização de festas e eventos institucionais quando, em 1997, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo assume seu controle para transformá-lo no Complexo Cultural Júlio Prestes.

Situada no centro da Cidade, vizinha da Pinacoteca do Estado e do Museu de Arte Sacra, a Sala São Paulo fez realizar o potencial de revitalização da região. Tombada como patrimônio histórico pelo Condephaat, a Sala São Paulo foi inaugurada em 9 de julho 1999 com a apresentação da sinfonia A Ressurreição, de Gustav Mahler, pela Osesp, para ser mantida como importante marco de nossa cidade. Primeiro e terceiro mundos estão juntos na praça Júlio Prestes. Diante do prédio, estão usuários de drogas em meio a sujeira nas ruas. Apesar das inúmeras promessas de revitalização, as coisas estão praticamente do mesmo jeito.

“Dirigir a Osesp é um sonho, uma realização, uma responsabilidade gigantesca. É uma montanha russa de emoções porque você nunca sabe o que vai acontecer”. Arthur Nestrovki, diretor artístico da Osesp desde janeiro de 2010.

Visita Monitorada à Sala São Paulo

Conheça in loco a história do edifício que abrigou a antiga estação da Estrada de Ferro Sorocabana no período áureo do café e hoje é sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Durante as visitas, os guias abordam sua importância como patrimônio histórico e marco da cidade; o processo de restauro e revitalização pelo qual passou no final da década de 90; e o projeto de construção da Sala São Paulo, sua acústica, estrutura e detalhes sobre o funcionamento da sala de concertos.
ENSÁIO ABERTO

Uma das novidades da Sala São Paulo este ano é a abertura dos ensaios. Todas as quintas, às 10h, as pessoas podem acompanhar os ensaios. É uma oportunidade de assistir a um espetáculo de uma forma completamente diferente.

Registro de 1983 feito antes da reforma da Sala, feita em 96.

Serviço:

Sala São Paulo (1340 lugares) – Praça Júlio Prestes, 16.
Bilheteria: (11) 3223-3966.
Recomendação etária: 7 anos
Aposentados, pessoas acima de 60 anos, estudantes e professores da rede pública têm 50% de desconto, mediante comprovação em todas as atividades.
Ingresso Rápido: (11) 4003-1212; http://www.ingressorapido.com.br/
Estacionamento: 611 vagas (20 para portadores de necessidades especiais e 33 para idosos): R$12.


Te espero lá!