Saturday, November 19, 2011

MINHA CARTA AO EX-PRESIDENTE LULA (da Silva)

Boa tarde Lula.

Eu poderia imitar a todos (inclusive aos meios de comunicação) que não fazem outra coisa a não ser comentar, lamentar e desejar força, coragem e uma rápida cura. Contudo não posso compartilhar com essa falsidade hipócrita. Não me refiro ao aspecto pessoal, mas sim ao social.

Eu, como todo cidadão brasileiro, trabalhador e pagador dos impostos mais altos do mundo, não temos os mesmos privilégios que voce tem. Mesmo com os mes-mos problemas que voce, teríamos que recorrer ao SUS, e marcar uma consulta pra daqui 3 ou 4 mêses, para então, mediante nova data, iniciar o tratamento. E olha que pagamos caro para um sistema de saúde público caótico, precário e decadente. Quantos dos bilhões de brasileiros que o elegeram teriam condições de se tratar no Sírio Libanez? Se voce é realmente do povo, como sempre disse, porque então não usa o nosso sistema de saúde público, tal como nós?

Eu respondo senhor ex-presidente: porque em 8 anos de seu governo a saúde pública não teve sequer 1% de melhoria. Nem voce mesmo confia. Portanto Lula, voce já está em muito boas mãos, enquanto milhões estão madrugando em filas de ambulatórios pra pegar uma senha.

E viva o povo brasileiro!

Tuesday, November 15, 2011

120 ANOS DE REPÚBLICA

O BRASIL comemora hoje 120 anos de REPÚBLICA, REPÚBLICA essa que está embasada na máxima de que “todos são iguais perante a lei”, igualdade essa que NUNCA existiu e que está cada vez mais desigual.

Sim! Pois em pleno século XXI ainda se pode ver negros sendo discri-minados, mulheres com salários menores que aos dos homens, homos-sexuais humilhados e espancados nas ruas, e o que mais me espanta e choca: a impunidade que reina na nossa república federativa do Brasil”.

Ficamos felizes com a prisão do Nem, mas somos obrigados a engolir desculpas esfarrapadas e cínicas dos políticos, mesmo diante das provas mais cabais do mundo. Semana passada um homem em São Paulo foi preso em flagrante por estar furtando uma lata de atum em um supermercado, e conde-nado a 1,5 ano de prisão.

Sim, a justiça agiu rápido, parabéns!!! Mas a mesma “justiça” não consegue agir com a mesma rapidez e eficiência com os jaquetões de cabelo pintado que circulam em Brasília. Essa mesma justiça não consegue punir com a mesma igualdade cidadãos como José Dirceu, Paulo Maluf, Palocci, Roriz... e tantos outros! Demissão e afastamento não é punição!

Que igualdade é essa, onde não se pode oferecer a mesma educação para ricos e para pobres, serviços de saúde a todos os cidadãos com a mesma qualidade?

É... o Brasil está muito longe de ser uma REPÚBLICA FEDERATIVA.

Bom feriado a todos.